“Ser” feliz é diferente de “estar” feliz. “Ser” feliz é sentir o Universo dentro de si! “Ser” um Templo com Altar no coração! Viver,sabendo que tudo passa ,mas o que permanece e o que não passa é a Eternidade em nós ! Sentir a Luz Invisível do Espírito à nos iluminar e nossos passos guiar! O Ser é feliz ,pois ,vive em sintonia com a Natureza e sente a comunhão com ela! É sentir uma vontade de vibrar, tão fortemente, emanado Paz.Alegria e Harmonia para todos os SERES ! É ser grato pela oportunidade de testemunhar o milagre da Vida,mesmo em meio as dificuldades e desafios! É cantar na melodia do silêncio a canção do Amor ! É falar todas as línguas,simplesmente,com a voz do coração! É ver sentido até no que não tem sentido,pois,a Vida é uma Jornada de mistérios e descobertas ! “Ser” feliz é ,mesmo na tristeza e dor ,perseverar e seguir em frente confiando que tudo faz parte de algo maior ,que por vezes, não entendemos,mas ao mesmo tempo ,sentimos que todo movimento é para nosso crescimento ! A fé nos impulsiona a fluir com a Vida ,percebendo a nossa conexão com todos os Seres e toda a Criação ! É encarar os medos e ao tomar consciência deles,superá-los ! “Ser” feliz é diferente de “estar” feliz,pois,o SER é pleno e se revela quando nos conectamos à ELE ! “Estar” feliz depende da satisfação dos nossos desejos,faz parte de nossa experiência humana,porém,é transitório ! Ao satisfazer um desejo, e, continuarmos insatisfeitos, buscamos outro objeto de satisfação em busca da Felicidade,que não encontramos fora. O SER,em sua natureza é feliz,pois,é PLENITUDE,AMOR e LIBERDADE ! Por Deise Aur


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sejamos como as crianças e os animais ! // Texto de Flavio Siqueira // Não seja agnóstico, nem ateu, nem cristão, nem budista, nem teísta, nem humanista, nem capitalista, nem comunista, nem nada que lhe roube a liberdade para crer, descrer, construir e, se for o caso, desconstruir. Ande com as próprias pernas ou quem sabe voe com suas próprias asas. Que a paz seja seu árbitro na caminhada e a consciência a estrada que lhe projeta sobre o caminho do entendimento e da liberdade. Sejamos como as crianças, os animais, os simples de coração. Eles não tem “ismos” nenhum, não defendem nenhuma tese, nem doutrinas, não se incluem em teoria alguma, no entanto seguem puros em sua ignorância iluminada, na paz de quem sabe, mesmo sem saber que sabe. Felizes, pacificados, alheios às nossas tolas filosofias e discussões, atentos em simplicidade ao que realmente importa. Sejamos livres ! - flaviosiqueira.com

INFINITA PRESENÇA