Os lados da existência De um lado pessoas enriquecendo vendendo motivação e satisfação,do outro seguidores fugindo de suas dores. De um lado impérios,extravagâncias e caprichos,do outro miséria,guerra e escravidão. De um lado a Natureza ,os animais e sua beleza,do outro o ser humano dominando,destruindo,poluindo... De um lado o amor pulsando,dentro da gente,e do outro o egoísmo imperando ! De um lado a Alma sentindo a necessidade de simplicidade e de outro nos sentimos confusos diante de tanta complexidade ! De um lado uns vivendo a Vida como uma novidade e do outro ,pessoas vivendo como um fardo ! De um lado seres buscando novas formas de viver e do outro àqueles que querem perpetuar uma engrenagem corrompida ! De um vozes falando no deserto e de outro, vozes bradando para a multidão, o que ela quer ouvir ! De um lado seres não compreendidos por saírem do sistema e de outro àqueles bem engajadas que o lideram ! De um lado os que ficam invisíveis à sociedade por não se encaixarem à ela e do outro os que brilham ostensivamente e a comandam ! A existência segue ,com dois lados ,mas entre eles existe o meio,no qual podemos nos situar em silêncio,observando,refletindo,meditando e agindo com mais consciência. A finalidade de enxergar os lados da existência é desenvolver a compreensão de como contribuímos para esses dois lados existirem e porque oscilamos entre cada um deles ! Como um rio entre duas margens,somos nós ! Seguimos sendo rio e pecorrendo nosso curso, sem se prender à nenhuma margem ,pois à direção é uma só desaguar no Oceano ! Por Deise Aur


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sejamos como as crianças e os animais ! // Texto de Flavio Siqueira // Não seja agnóstico, nem ateu, nem cristão, nem budista, nem teísta, nem humanista, nem capitalista, nem comunista, nem nada que lhe roube a liberdade para crer, descrer, construir e, se for o caso, desconstruir. Ande com as próprias pernas ou quem sabe voe com suas próprias asas. Que a paz seja seu árbitro na caminhada e a consciência a estrada que lhe projeta sobre o caminho do entendimento e da liberdade. Sejamos como as crianças, os animais, os simples de coração. Eles não tem “ismos” nenhum, não defendem nenhuma tese, nem doutrinas, não se incluem em teoria alguma, no entanto seguem puros em sua ignorância iluminada, na paz de quem sabe, mesmo sem saber que sabe. Felizes, pacificados, alheios às nossas tolas filosofias e discussões, atentos em simplicidade ao que realmente importa. Sejamos livres ! - flaviosiqueira.com

INFINITA PRESENÇA