Escrever para compreender... A escrita é um meio para que a Alma possa se liberar ! Converter em palavras o que faz o Espírito vibrar ! Colocar a imaginação no papel para o sonho se tornar realidade ! E ,para essa magia acontecer ,a intuição faz parceria com a criatividade! Tal como um Alquimista que transforma chumbo em ouro,o escritor valoriza os sentimentos, como verdadeiros tesouros ! Ao escrever ,vive a fusão de mente e coração ! Como um rio e sua correnteza flui a inspiração ,que segue seu curso e jorra pelas mãos com presteza e concentração ! Cada frase escrita traduz o silêncio e seu mistério é revelado! Para aquele que lê ,o segredo é decifrado ! Quem escreve é sensível e enxerga o invisível ! A mensagem vincula autor e leitor ,criando uma conexão . Na qual se estabelece a união de percepção e compreensão . Nessa Comunicação acontece a sintonia e a Consciência se amplia ! Com isso, o Universo segue em expansão ,pois Tudo é Energia !

                                                                                                                                                                                                                                                                      Texto e Edição de vídeo-Deise Aur                                                                                                                                                                                                                                                                             O vídeo te tocou? Se identificou com o conteúdo? Conheça outros conteúdos  se inscrevendo e acompanhando o Canal:-https://www.youtube.com/channel/UCdGWR3pV-T9FStGOWmJhbMg   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sejamos como as crianças e os animais ! // Texto de Flavio Siqueira // Não seja agnóstico, nem ateu, nem cristão, nem budista, nem teísta, nem humanista, nem capitalista, nem comunista, nem nada que lhe roube a liberdade para crer, descrer, construir e, se for o caso, desconstruir. Ande com as próprias pernas ou quem sabe voe com suas próprias asas. Que a paz seja seu árbitro na caminhada e a consciência a estrada que lhe projeta sobre o caminho do entendimento e da liberdade. Sejamos como as crianças, os animais, os simples de coração. Eles não tem “ismos” nenhum, não defendem nenhuma tese, nem doutrinas, não se incluem em teoria alguma, no entanto seguem puros em sua ignorância iluminada, na paz de quem sabe, mesmo sem saber que sabe. Felizes, pacificados, alheios às nossas tolas filosofias e discussões, atentos em simplicidade ao que realmente importa. Sejamos livres ! - flaviosiqueira.com

INFINITA PRESENÇA